Para que serve a gengiva artificial?

A gengiva artificial simula a gengiva natural para garantir uma melhor visualização do término dos implantes, se comportando como a gengiva natural do paciente.  

A gengiva vazada só no gesso não se adaptará de forma adequada devido a sua dureza, dificultando assim a visualização e o encaixe adequado dos componentes. Por isso é ideal a confecção de uma gengiva artificial.

 

Por que confeccionar uma gengiva artificial em modelos de prótese protocolo

Quando recebemos uma moldagem para confecção de um trabalho sobre implante, é fundamental que não utilizemos apenas um bom gesso. Um modelo recortado e bem lixado também é necessário para que façamos um trabalho de qualidade. 

Trabalhos de prótese protocolo são reabilitações totais que envolvem tanto a reconstrução de dentes, quanto da gengiva. Para podemos executar um trabalho da melhor forma possível tanto estética, quanto funcionalmente, precisamos começar pelo modelo que é a base de todo nosso trabalho. 

 

5 motivos para confeccionar uma gengiva artificial

Estética do modelo

Melhor apresentação do trabalho ao cirurgião dentista: uma boa apresentação é fundamental nos dias de hoje, pois mostra o capricho e o zelo por seu cliente e paciente. Agrega mais valor aos seus trabalhos. 

Verificação dos assentamentos dos pilares da barra

Removendo a gengiva artificial do modelo você consegue visualizar totalmente o assentamento da barra sobre os implantes e tanto o técnico quanto o dentista poderão fazer essa conferência.  

Acesso ao perfil de emergência

Possibilita fazer um acabamento melhor que não seria possível no gesso principalmente em implantes sub gengivais. 

Melhor adaptação a gengiva

Para fazer um formato correto do término do protocolo é necessário utilizar o “famoso término” em forma de bala, para não cumular alimentos e melhorar a higienização do paciente. 

Modelação dos tecidos

Permite pressionar um pouco tanto o enceramento e a acrilização sobre a gengiva ajudando a modelação dos tecidos na fase de carga imediata. 

 

Como confeccionar uma gengiva artificial

  • Passo 1 –  realize a desinfecção do molde e a secagem, depois aplique o separador. 
  • Passo 2 – aplique a gengiva artificial em torno dos implantes por cima de toda a peça. Ao final do último implante faça um traço reto com o bisturi para remoção da gengiva ao final do procedimento. 
  • Passo 3 – vaze o modelo com gesso e após a presa do gesso a gengiva estará pronta. 

É fundamental a utilização de bons materiais para sua gengiva para que você consiga seguir todas as dicas acima. Existem várias gengivas no mercado com ótimo custo-benefício que entregarão mais qualidade no seu trabalho. 

silicone-de-adiçao-gingifast-gengiva-artificial

Sobre o autor

Adauto Cesar Ariede Kaça

Técnico em Prótese Dentária há mais de 20 anos

Especialista em Prótese Protocolo e personalização de Acrílico